TESES DE DOUTORADO E DISSERTAÇÕES DE MESTRADO

 

Bruno Amaral Meireles Síntese de Bioaditivos: Produção de acetinas através da transesterificação do glicerol com acetato de etila via catálise ácida heterogênea. 2013, Tese de Doutorado,  LaSESB, Rio de Janeiro, UFRJ, IPPN.

 

RESUMO: Nesta tese de doutorado, estudamos a síntese de acetinas via  transesterificação ácida catalisada do acetato de etila com glicerol, visando obter bioaditivos para combustíveis.  Assim, a acetilação do glicerol foi realizada através da reação de transesterificação, catalisada pelas resinas Amberlyst® 15 seca e Amberlyst® 16 úmida usando acetato de etila como éster de transesterificação. Foram estudadas as melhores condições reacionais, como temperatura, proporção de agente acetilante, e a influência do tipo de catalisador empregado. O processo mostrou-se bastante eficiente, sendo o melhor resultado atingido com Amberlyst® 15 que converteu 100% do glicerol em acetinas (mono: di : triacetina; 9,3 : 77,4 : 13,3), a 90OC, em 20h produzindo etanol como co-produto, o que torna o processo economicamente e ambientalmente mais atraente. A distribuição de produtos no equilíbrio para os diferentes catalisadores empregados foi também obtida. A oxidação do etanol formado durante o processo de transesterificação do glicerol e a influência do ácido acético produzido a partir desta oxidação na reação de esterificação do glicerol foram investigadas. Assim, a resina oxidante baseada em ácido crômico Amberlyst® 26 foi usada na oxidação do etanol no mesmo balão reacional e fora deste via um aparelho de Síntese de Bioaditivos: Produção de acetinas através da transesterificação do glicerol com acetato de etila via catálise ácida heterogênea. Adicionalmente, a síntese de biodiesel de ésteres etílicos junto com a de triacetina através da reação de interesterificação num mesmo pote reacional foi preliminarmente testada. Finalmente, a mistura de acetinas produzidas no processo de transesterificação foi separada usando a técnica de cromatografia contra-corrente (CCC). As acetinas foram separadas eficientemente com a pureza de 99% para a monoacetina, 81% para a diacetina e 96% para a triacetina.

 

 

REVISTA DIGITAL DE SÍNTESE ORGÂNICA

Revista Digital de Síntese Orgânica – RDSO (Em Breve)

A Revista Digital de Síntese Orgânica (RDSO), uma iniciativa do LaSESB, publica Artigos Originais, Comunicações, Síntese de Novas Estruturas Orgânicas e Mini revisões em Síntese Orgânica.  Seu principal objetivo é difundir o conhecimento em Síntese Orgânica para cientistas, professores e estudantes (graduandos e pós-graduandos). Todo conteúdo tem acesso livre, podendo ser copiado, reproduzido e exibido desde que os devidos créditos sejam dados aos autores e ao LaSESB.

Notícias

O Laboratório de Síntese Estereosseletiva de Substâncias Bioativas – LaSESB iniciou suas atividades em janeiro de 1996 no NPPN (Núcleo de Pesquisas de Produtos Naturais (NPPN), hoje IPPN. Bloco H do Centro de Ciências da Saúde da UFRJ. Após inúmeras solicitações da profa Vera Patrocinio, recém concursada em 1995, o espaço que era utilizado como depósito de sucata do NPPN, foi homologado pelo conselho deliberativo e direção do NPPN da época como sendo de sua responsabilidade. Desde então foram gastos cerca de URV$ 17.000,00 (equivalente na época a US$17.000,00) provenientes do salário pessoal da profa Vera Patrocínio, além de R$4.120,00 provenientes do auxílio instalação da FUJB (Fundação Universitária José Bonifácio) na  reforma do espaço. Em janeiro de 1996 entrava em funcionamento o LaSESB.

O Laboratório de Síntese Estereosseletiva de Substâncias Bioativas (LaSESB) desenvolve estratégias sintéticas para a obtenção de novas substâncias com potencial atividade biológica e industrial. O LaSESB, ao longo dos seus 20 anos, já sintetizou mais de 200 estruturas quirais não–racêmicas inéditas algumas das quais utilizados na síntese estereosseletiva de produtos naturais e substâncias bioativas. A atividade biológica desses novos intermediários vem sendo avaliada por laboratórios de pesquisas parceiros. As pesquisas realizadas no LaSESB são publicadas em revistas conceituadas da área, protegidas por patentes  e  realizadas por estudantes de graduação, mestrandos, doutorandos e pós-doutorandos com orientação exclusiva da profa Vera Patrocinio. Até o momento já foram defendidas 21 teses de doutorado e dissertações de mestrado e orientados cerca de quarenta estudantes de graduação, a maioria bolsista de iniciação científica CNPq ou FAPERJ.